• GM Rhaekyrion

Um Escritor Lidando com a Ansiedade

Querido Jarbas, como prometido, venho de alma lavada e sentimentos aflorados falar como é lidar com a ansiedade quando se é escritor.


Na verdade, não é bem uma coisa específica da profissão, visto que sou uma pessoa ansiosa desde que me entendo por gente, mas quero me voltar a vertente atual da minha carreira.


A semana passada foi bem difícil, fazer os planejamentos do ano, lidar com os clientes - sou revisora crítica e ghost writer - e desenhar as metas para esse ano, me levaram a um estado de desespero.


Em partes, porque acabo caindo em um limbo de “se’s” a respeito do futuro, em querer prever cada detalhe do amanhã. Em outras, pelas pressões naturalmente existentes na minha atual carreira.


A Multidisciplinaridade de um Escritor


Um Escritor Lidando com a Ansiedade (Foto de Zen Chung no Pexels)

Sendo uma empresária, criadora de conteúdo, revisora crítica, ghost writer, escritora e influencer, minha rotina é simplesmente um mergulho profundo sem cilindro de oxigênio.


Ninguém está me obrigando a nada, certo? Eu sou feliz assim, mas às vezes parece que nada do que faço é o bastante.


Venho desconfiando de que posso ter traços da síndrome da impostora, mas como nunca fui a um profissional para ser diagnosticada, fico só no achismo.


Tenho tendências a me sentir inútil, a me rebaixar e a não confiar no que hoje faço. Talvez por ouvir os padrões sociais sobre sucesso financeiro e querer ter o reconhecimento como alguém bem-sucedida.


Além disso, a quantidade de compromissos assumidos me leva a um estado de estresse absurdo. Vivo falando que desejo uma equipe, pelo menos para me ajudar com as postagens nas redes sociais.


Não é fácil precisar criar conteúdo, me engajar, investir e ainda manter postagens em diversos meios de comunicação, para obter maior engajamento e talvez mais compras ou possíveis clientes. É cansativo!


Principalmente pelo fato de que tenho quase nenhum tempo para escrever meus livros e isso me irrita. É como uma espécie de abstinência, uma necessidade fisiológica. Quanto menos tempo tenho para escrever, mais estressada fico e assim vira um limbo.


Aprendendo a Respeitar Meu Tempo


Um Escritor Lidando com a Ansiedade (Foto de Masha Raymers no Pexels)

Cada atividade que faço hoje foi escolhida por mim. Amo cada pedacinho dos meus compromissos, mesmo quando estou tal qual agora: ansiosa.


O importante é sempre lembrar o quanto é difícil se permitir ter um tempo. Ás vezes, só de sair do foco habitual, espairecer a mente por alguns minutos, conversar com alguém, as coisas já melhoram.


Então, para me acalmar, normalmente assisto algo que goste muito e seja totalmente fora da minha zona de rotina.


Dessa vez escolhi ocupar minha cabeça com uma pesquisa sobre SSD. Preços, compatibilidade, diferenças. Quero melhorar meu notebook e só de fazer essa pesquisa me senti mais relaxada.


É engraçado como me desespero só por ter tarefas demais em um dia e procuro controlar esse meu lado afobado.


No final das contas a vida é um eterno aprender a lidar consigo, seja escritor ou não.


Agradeço sua paciência e queria saber se vocês são ansiosos e o que fazem para lidar com as crises!


Até a Próxima!


Beijos de Fogo.



Mar Dos Lamentos espera você. Uma ficção de tirar o fôlego, três aventuras para jamais esquecer. Adquira o seu clicando nesse link.


Não esqueça de se inscrever! Recebe as novidades da semana em primeira mão.


Se ainda não me conhece de verdade, venha descobrir meus passos no mundo da escrita no Diário do Escritor.


Mais resenhas de livros incríveis? Então venha para a Estante Literária Rhaekyrion conferir as indicações.


Conheça Escritores Nacionais e suas histórias inspiradoras acessando esse link.


Dicas de Escrita na prática, para valer e de forma didática só se vê por aqui.

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Twitter
  • Pinterest

© 2020, criado e editado por Clara Ciríaco.

livros, escritores, dicas de escrita e escrita criativa