• GM Rhaekyrion

Resenha: Suspense Nacional com o Livro Marcados, Caio Rossan

Publicado em e-book e formato físico pela Amazon, o livro nacional Marcados, do autor Caio Rossan, é uma ficção recheada de suspense e mistério de tirar o fôlego.


São 274 páginas de respiração presa, coração aos saltos e uma angústia constante. Quem vem assolando a paz dos alunos do ILMA?


Calila é a protagonista dessa trama, uma garota forte, determinada, debochada e sagaz, que consegue enxergar as minúcias, despercebidas até pelas autoridades competentes.

Entretanto, o sangue e horror só mostra sua face mais perversa quando a adolescente é obrigada a se mudar, junto com a mãe, para uma cidade nova, largando amigos, planos e sonhos.


Mal sabia Calila que sua vida simplória, cotidiana e conturbada pelos hormônios da puberdade, seria revirada de ponta cabeça por uma herança maldita e nada atrativa.


Resenha: Suspense Nacional com o Livro Marcados, Caio Rossan (Foto GMRhaekyrion)

Livros Nacionais e o Suspense


Sou uma amante incorrigível de casos criminais, assisto todos os documentários que saem na Netflix, leio não-ficção sobre psicologia forense e me debruço sobre os relatos de caso dos maiores assassinos da história.


Por essa razão, tendo a recusar filmes e livros ficcionais que tentam reproduzir as cenas de crime envolvendo psicopatas. Em geral, o fazem muito mal e tendem a romantizar certos aspectos da psicopatologia envolvendo a sociopatia ou quando diagnosticam uma mente genuinamente má como um psicopata, o que é um erro.


Contrariando minhas expectativas, Caio Rossan consegue aprisionar a curiosidade do leitor de um jeito único. E, claro, sua trama tem razão, modus operandi genuíno e um motivo que está longe de ser torpe.


A Inspiração que é Calila


Encontrar um protagonismo feminino em uma história escrita por um homem e, ainda mais, em um suspense, é quase uma raridade.


Calila é uma garota difícil, engenhosa, para não dizer rebelde. Sua impulsão, provocada, principalmente, pelos hormônios a flor da pele, caracteriza uma adolescente contrariada pela mudança repentina de sua vida. Tudo por causa do falecimento do seu tio, que deixou para sua mãe a herança de um Antiquário.


Não consigo nem imaginar como me sentiria se precisasse deixar tudo que sou e vivo, do dia para a noite. Isso, me referindo ao meu eu do passado, uma adolescente tão emburrada quanto Calila.


Falando nisso, é fácil se apegar a essa garota, ao que ela é, ao seu coração tão fugaz, a sua mente predatória e indomável. Identifiquei-me com a Lila desde a primeira linha e esse é o detalhe mais delicioso desse livro. Jamais vou me esquecer dessa menina.


Valorização do Folclore em Cenas Criminais


O que me deixou surpresa foi como o autor usou as lendas do nosso folclore para armar uma teia de crimes tão bem bolada que achei difícil de identificar o culpado. Entretanto, meu segundo palpite deu certo, felizmente. Relaxem, não vou dar pistas!


Adorei cada personagem que ali apareceu. Como escritora, fiquei surpresa pelo modo como as personalidades que aparecem te conquistam tanto quanto a protagonista. São, de fato, muito bem construídas, firmes e que despertam o gostinho de querer sabem o que estão pensando.


Quem disse que as personagens secundárias não precisam ser bem trabalhadas? Sou uma defensora assídua das fichas de personagens e uma boa trama exige que as mentes vividas por ela sejam concretas e convincentes.


Esse detalhe fez o meu lado leitora ser conquistado derradeiramente. Fisgou-me do começo ao fim.


Ilustrações e Ritmo Frenético


A história tem um ritmo gostoso, imagens incríveis e uma leitura leve, sem deixar de ser rica e de vocabulário abrangente.


Gostei de cada passagem de cena, as pistas reveladas no tempo perfeito, deixando a curiosidade ainda mais aflorada. Foi difícil parar de ler e confesso que terminei em pouco menos de três dias.


O jeito como as ilustrações casaram com as passagens de capítulos me deixou inspirada para arriscar algo similar em minha saga. Simplesmente estou apaixonada e confesso que queria saber mais sobre Calila, o depois. Mas acredito que se existissem ressalvas a trama não seria tão visceral e boa.


Quem desejar adquirir seu exemplar e conferir, basta clicar aqui.


Espero que tenham gostado!


Beijos de Fogo.



Resenha: Suspense Nacional com o Livro Marcados, Caio Rossan (Foto GMRhaekyrion)

9 visualizações0 comentário

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Twitter
  • Pinterest

© 2020-2021, criado e editado por Clara Ciríaco.

livros, escritores, dicas de escrita e escrita criativa