• GM Rhaekyrion

Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente

Atualizado: 21 de Out de 2020

O Diário da Mariposa é um livro que bate no drama, terror e romance, principalmente nesse segundo gênero, com muita representatividade e um enredo que te faz suspirar a cada página virada, a cada linha lida.


Publicado pela editora Counterpointe, originalmente em 2002, O Diário da Mariposa é de origem Americana, nascido da escritora Rachel Klein. Possuiu uma adaptação audiovisual intitulada Relação Mortal, lançada em 2011.


Ou seja, é uma obra completa, que chamou a atenção da produção cinematográfica e que merece todas as honrarias pelo seu envolvendo e autenticidade. Posso te garantir, os limites da imaginação são expandidos nesse livro.


Romance e Terror – Um Livro Recheado de Encantos Sombrios


livro, escritor, resenha, resenha do livro
Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente (Foto: GMRhaekyrion)

O Diário da Mariposa foi um presente de natal muito especial, em uma data que declarava aos quatro ventos que detestava ganhar livros, pois sempre recebia romancinhos e autoajuda, os dois gêneros que mais detesto.


Então, quando minha esposa chegou com essa obra tão peculiar, apenas me desmanchei. Primeiro pela capa, depois pela dedicatória, terceiro, por ter um enredo que lembrava muito um tema de RPG que estávamos jogando na época.


Sendo assim, é um pouco difícil não escrever essa resenha sem usar da emoção e se fosse para citar uma sensação que descrevesse esse livro, ressalto: viciante.


Ele é daquelas obras que você não consegue parar de ler e querer uma sequência de milhares de volumes.


Representatividade, Emoção e Segredos Obscuros


livro, escritor, resenha, resenha do livro
Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente (Foto: GMRhaekyrion)

É muito difícil encontrar obras, principalmente as que usam fantasia e terror, com protagonismo feminino. Bato nessa tecla algumas vezes, pois quero me sentir representada nas histórias e quando O Diário da Mariposa caiu no meu colo, céus, foi incrível.


Colégio interno feminino, ano de 1960 e uma ameaça de vampiro a solta, são elementos nunca imaginados por mim na época em que li. Ernessa será para sempre meu xodozinho, tenho uma queda surreal por personagens perigosas.


Ernessa é uma aluna novata, de um colégio interno daqueles bem rígidos. Sua chegada veio com uma sequência de mortes suspeitas, então, fica difícil não pensar que seus dedos tão habilidosos não estivessem envolvidos.


Porém, a Dona Morte foi levando essas almas para o Mar dos Lamentos com marcas de vampirismo. Você tem medo de vampiro?


Mulheres Poderosas, Perigosas e Protagonistas


livro, escritor, resenha, resenha do livro
Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente (Foto: GMRhaekyrion)

Vou criar essa tendência, uma espécie de rótulo, o MPP, Mulheres Poderosas e Protagonistas. Seria tudo de bom, não é? E se eu te dissesse que, além disso, o livro O Diário da Mariposa carrega o LGBTQ+ no seu lindo L (lésbica).


Meu coração se derreteu por Ernessa, pela atração que ela desperta nas meninas, sua sensualidade forte, poderosa. Seu jeitinho me lembrava muito uma personagem que criei, Pétala, e a apresento nesse conto, caso queira conhecer.


Já pode imaginar como fiquei atraída por essa personagem.


Outro ponto, que foi sensacional, é o jeito como aborda o sombrio, mexendo muito com o psicológico, a imaginação, criando uma vampira única, de um jeito totalmente diferente do que se espera para esse tema.


Sou uma árdua defensora o padrão Bran Stoker dos vampiros, mas Rachel Klein conseguiu criar uma tendência ainda mais incrível. Confesso que comecei a leitura desse livro totalmente preconceituosa e fui aprisionada com força.


Livro Surpreendente e Fascinante – Um dever para Toda Escritora


livro, escritor, resenha, resenha do livro
Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente (Foto: GMRhaekyrion)

É de uma leitura fácil, com cargas sombrias muito bem marcantes, descrições delicadas e, ainda assim, muito fortes em te prender. Indico esse livro para todas as escritoras iniciantes, principalmente por mesclar gêneros tão diversos, de um jeito muito único.

Defino O Diário da Mariposa como uma obra revolucionária, que consegue mostrar originalidade com temas tão explorados no mundo infanto-juvenil e juvenil.


Além disso, a típica sexualização das lésbicas e de vampiras é usada para engrandecer a protagonista, não torná-la um objeto sexual.


Muitas histórias usam a sexualidade feminina pelo olho da sociedade machista, não é uma questão de que as mulheres não podem mostrar sua sensualidade, mas que não se resuma a isso. Esse livro dá um show nesse quesito.


Perfeito para quem busca um livro sombrio, mas está com medo de arriscar. Posso garantir que não vai se arrepender.


Ficamos por aqui!


Beijos de Fogo.



livro, escritor, escrita criativa
Resenha O Diário da Mariposa: Perigosamente Apaixonante e Mortalmente Envolvente

Gostou da Resenha? Já leu O Diário da Mariposa? Então deixa seu comentário, será um prazer conversar com você.


Vai ficar para trás? Entãp, Não Esqueça de se inscrever para receber os conteúdos exclusivos e as novidades que esse mês promete.


Se deseja ler mais Resenhas de Livros, basta acessar esse link e partilhar suas experiências com as obras que aqui abordamos na Taberna mais Criativa dessa existência.


Se você é um escritor iniciante e não sabe por onde começar, vem conferir as Dicas de Escrita da Dragão Tennar.

Amante de uma boa barganha literária? Economize seu ouro na tenda Amazon e garanta seus exemplares novinhos. Magos, feiticeiros e bruxos podem renovar seu estoque de conhecimento sem esvaziar os bolsos.

Posts recentes

Ver tudo

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Twitter
  • Pinterest

© 2020-2021, criado e editado por Clara Ciríaco.

livros, escritores, dicas de escrita e escrita criativa