• GM Rhaekyrion

Pam Muñoz Ryan: Livros e Contos de Fadas Emocionantes

Atualizado: 24 de Set de 2020

Com indicações e prêmios para encher uma biblioteca, Pam Muñoz Ryan é a mente brilhante por trás de Ecos. Mas suas publicações superam a casa dos quarenta. São tantos títulos que uma lista é pouco.


Ganhadora do Prêmio Kirkus por Ecos, Pam foi indicada ao prêmio Internacional Hans Christian Andersen, um dos mais incríveis prêmios dos Estados Unidos. Estudou em San Diego, na Califórnia, trabalhando na área da educação por muitos anos.


Desde muito cedo o mundo da leitura a envolveu, começando com as enciclopédias da avó, onde a ilustração da Grécia Antiga a conquistou intimamente. Então, adolescente, passava horas lendo, pegando emprestado vários livros da biblioteca, usando a viagem através das linhas para fugir das situações complicadas que a cercavam no mundo real.

Tornei-me uma leitora obsessiva” – Disse Pam Muñoz Ryan em sua autobiografia


escritor, livro, inspiração
Pam Muñoz Ryan: Livros e Contos de Fadas Emocionantes (Foto: Pinterest)

A fuga da realidade sofrida pode ser através dos livros e Pam não hesitou ao se entregar as tantas histórias dentro das capas, pois enfrentava uma mudança radical de cidade, onde sentia que não se encaixava entre os nativos. Então, foi buscar liberdade e aconchego nas palavras.


Não demorou muito para perceber que seu amor por leitura ultrapassava o prazer de conhecer um livro novo. Pam desejava viver com “algo a ver com livros e literatura” e a primeira coisa que lhe veio à mente foi ensinar.


Resolveu fazer faculdade para ser professora e novamente se mudou de cidade. Porém, agora tinha família e resolveu dar atenção exclusiva ao filhos. Dose anos depois, resolveu aceitar um emprego como diretora de um programa para crianças. Envolvida nas aulas, começou a receber perguntas e convites para ajudar a escrever livros.


Quando essas perguntas a atingiram, Pam voltou seus olhos para seu interior e começou a pensar que ser escritor seria o caminho certo. Então, envolvida por essas pulguinhas, começou a escrever livros infantis.


Enviei manuscritos para muitas editoras infantis, mas sem sorte. Gostaria de saber quantos envios fiz, mas não acompanhei


Como todo escritor iniciante, Pam recebeu muita rejeição das editoras. Até que contratou um agente literário e depois que Kendra Marcus entrou em sua vida, seu primeiro livro infantil foi publicado e dai por diante nunca mais parou.


Ecos e sua delicadeza em palavras simples, mas intensas

livro, escritor, inspiração
Pam Muñoz Ryan: Livros e Contos de Fadas Emocionantes (Foto: Pinterest)

Não existe data para o despertar do escritor. Não há tempo e muito menos caminho certo. Pode parecer filosófico afirmar tais coisas, mas é a verdade mais certa e concreta de todas. Pam Muñoz Ryan não sabia que viraria uma escritora, apenas foi seguindo os sussurros do coração, até mergulhar no mundo dos livros.


E Ecos, a obra que li dessa maravilhosa, é o exemplo de que a ficção e fantasia pode ser escrita em palavras simples e, ainda assim, não perder a sua profundidade. Só existem dois livros que me fizeram chorar na vida, o primeiro foi “Marley e Eu” e o outro foi Ecos.


A intensidade, a meiguice e a profundidade das emoções que envolvem os personagens dessa obra, mostram a sensibilidade existente em Pam. Ela usa clichês, tais quais profecias e contos de fadas envolvendo bruxas, mas jamais perde a essência única de sua narrativa.


Ela é o exemplo de que a sua originalidade está na forma como você usa os clichês – ou não – em seu enredo. A experiência de me sentar aos pés de minha avó ou avô e ouvir histórias nunca existiu em minha vida, mas com Pam pude entender como seria.


Além disso, tenha em mente qual a sua motivação, seu objetivo, quanto escritor, ela é a sua maior força para continuar. Quando questionada sobre as razões que a conduzem nessa carreira, Pam responde: “Quero que o leitor vire a página”.


Simples e Intenso.


Beijos de Fogo.

Posts recentes

Ver tudo