• GM Rhaekyrion

Jô Soares Arremata Corações Com Livros Incríveis

Nascido em uma família importante, Jô Soares sonhava em ser diplomata quando criança, seguindo os estudos iniciais com esse foco. Porém, o mundo do humor e criatividade o cativaram, resultando em livros incríveis.


Dono de um carisma único, nosso eterno Jô é um apresentador de primeira. Além disso, é diretor, ator, roteirista e, claro, escritor.


Começou a se dedicar ao mundo do entretenimento em 1967, quando participou do roteiro de “Família Trapo”, programa da Record TV.


Desde o começo, Jô sentia que era essa a sua vocação e o mundo dos livros só foi mais um acréscimo a sua vida artística.


Jô Soares é um Escritor Nacional Indispensável


escritor, livro, indicação, Jô Soares
Jô Soares Arremata Corações Com Livros Incríveis (Foto: R7 Entretenimento)

Não quero me demorar relatando quantos programas, filmes, séries de TV e livros Jô Soares já produziu, o foco é apresentar alguém cuja dedicação ao meio artístico nunca parou.


Migrando do roteiro, para a apresentador do seu próprio programa, Jô viveu uma rotina de espetáculos. Seu cotidiano é um set de filmagem.


Saindo das luzes da mídia, vemos a qualidade incrível de seu trabalho ao ler obras como O Xangô de Baker Street.


Diferente dos demais escritores, a fama construída através da TV, deu a esse escritor a divulgação necessária para o sucesso de vendas de seus livros.


Seu trabalho tão delicado o rendeu a posição da cadeira 33 na Academia Paulista de Letras. Deu para sentir a pressão?


Ficção e Estudos Caminhando Lado a Lado


Essa semana postei uma matéria sobre as 5 dias mágicas para escrever alta fantasia – se ainda não viu, clique aqui – e disse que um bom livro desse gênero precisa de uma pesquisa robusta por trás.


Jô dá esse exemplo no livro O Xangô de Baker Street. Só por se passar no Brasil de meados de 1800, temos uma boa ideia do quanto foi preciso estudar.


Ele recruta Sherlock Holmes, bem como as personalidades da arte, tais quais temos Sarah Bernhardt e Chiquinha Gonzaga.


Sem falar do clássico estilo de serial killer, Jack, o estripador, que é o vilão dessa trama tão rica em representatividade nacional.


Para tamanha diversidade, é necessário muito estudo e dedicação. Jô é um exemplo marcante dessa tendência e deixo esse ensinamento em forma de homenagem a um dos maiores humorista da TV brasileira.


Beijos de Fogo.





Gostaram do Conteúdo? Ao longo do mês mais escritores nacionais serão apresentados no blog. Não esqueçam de se inscrever para receber a notificação das novidades do mês de novembro.

Posts recentes

Ver tudo