• GM Rhaekyrion

Descubra Como Achar a Sua Identidade de Escrita

Atualizado: 17 de Set de 2020

Meu querido Jarbas, já parou para se perguntar qual identidade de escritor tenho eu? Acho que não. Porque você é preguiçoso e pare de pedir para eu mudar seu nome, que isso não vai acontecer.


Então, antes que meu querido diário, Jarbas, venha com mais falatório, vamos ao que interessa: Identidade de Escrita. Por que tê-la? Realmente é relevante? Quando descobri a minha?


Isso mesmo, bem Globo Repórter começo o diário de hoje, porque foi uma das coisas mais importantes da minha jornada na carreira de Escritor e a que menos dei valor durante todos esses anos.


Lá nos primórdios dos tempos, quando escrita fanfics e fiz a transição para as primeiras obras originais, escrevi um conto de uma personagem que tenho com muito zelo, que é a Laverne. Ela foi meu avatar durante muitos anos na minha mesa de RPG. É uma das minhas personagens favoritas e a que uma das histórias mais tristes e quando comecei a colocar partes delas em contos estava lendo Stephen King e George Martin.


A influência das leituras pode confundo a Identidade de Escrita de um Escritor


Livro e identidade de escrita
É um desafio para o Escritor achar a sua identidade de escrita (Foto: GMRhaekyrion)

Costumo ler dois livros de uma vez? Não. Mas esses dois autores eram as minhas preferências lá em 2014/2015. Estava apaixonada pela escrita de ambos. E costumo dizer que existe uma pessoa antes de lê-los e uma depois.


Realmente construí muita maturidade de escrita os lendo, mas existia um ponto negativo nessa história, o qual não percebia. Quem o apontou foi a minha esposa.


Ao ler o conto da Laverne, que hoje se chama Profana e está sendo divulgado em partes no meu Instagram (me segue lá), minha esposa disse: “Amor, quando leio seu texto vejo Stephen King, Martin e Christopher Paolini, mas não consigo encontrar você”.


Quando ouvi essas palavras me senti ofendida, eu tinha me orgulhado tanto do que fiz e tinha sido a primeira vez que criei algo autoral. Mas depois daquela mágoa dramática da crítica, reli e percebi o que ela quis dizer.


Achar a Identidade de Escrita te dará mais confiança na carreira


livro, escritor e identidade de escrita
Descubra Como Achar a Sua Identidade de Escrita (Foto: Pinterest)

Sei que o ego do escritor é frágil e nossos sentimentos são facilmente lesados com as críticas, mesmo quando são construtivas. Gostamos de ser elogiados e queremos que as pessoas gostem de nossas histórias, mas o bom escritor sabe lidar com as críticas e eu comecei a lidar com essa que levei.


Realmente, eu estava flutuando em estilos de escrita que não eram meus, porque imaginava que queria que minha história ficasse igual a de fulano. Quando lia uma obra desses escritores, desejava que a minha ficasse igual, que tivesse o mesmo brilho e louvor.


Só depois de muita reflexão, autocríticas, puxão de orelha e muito reescrever é que encontrei uma constância. Quem me lê sabe exatamente que os textos são meus e o que mais escuto dos meus leitores atuais é que sou muito boa com descrição e que essa é a minha marca.


É extremamente recompensador quando alguém te identifica sem precisar saber que a obra é sua. Não existe elogio melhor no mundo.


E o conselho que dou é que saiba separar sua admiração por alguém, da sua conduta profissional. Na faculdade meus professores falavam assim: “Sejam críticos, não importa se tal hipótese é boa e com embasamento. Tenha a sua opinião sobre o assunto e duvide até das suas próprias ideias”. Acho que foi o maior tesouro que carreguei da minha época de cientista.


Então, seja crítico consigo e sempre busque por uma identidade única, só sua, no mundo da escrita.


Como dizia um antigo professor, hoje foi tudo isso!


Beijos de Fogo.

Posts recentes

Ver tudo