• GM Rhaekyrion

Decidir a Publicação do Livro Original é uma Luta Solitária e Árdua

Querido Jarbas, fiquei sumida de novo! Mas foi por uma boa causa, que contarei aqui nessas linhas. Então, a tal publicação do livro. O desejo e o anseio de todo escritor é a chegada do bendito dia que seu original desbravará o mundo e para que seu filho crie asas, é preciso tomar decisões difíceis.


Durante a escrita dos meus primeiros originais, ainda me mantinha muito apegada aos concursos literários. Acreditava que venceria um deles e deslancharia na carreira. Entretanto, acabei percebendo que esperar uma chance assim só me atrasaria.


A maioria dos escritores iniciantes, principalmente os atuais, acaba criando uma espécie de fé na publicação tradicional, mas para chegar lá é preciso derrubar muitas barreiras sociais, que só causam desmotivação.


Sendo assim, os concursos “prometem” uma publicação no molde tradicional, mesmo quando você não é conhecido ou possua agentes literários. Então, ficamos à mercê desses “eventos” anuais, perdendo tempo de circular no mercado e realmente crescer na carreira.


Publicação de Livros e Concursos Literários


livro, escritor, publicação, dicas de escrita
Decidir a Publicação do Livro Original é uma Luta Solitária e Árdua (Foto: Ylanite Koppens no Pexels)

De forma alguma quero dizer que os concursos literários não valem a pena – estou participando do Prêmio Machado, só para exemplificar –, porém, manter-se única e exclusivamente dependente de uma possível vitória é muito ruim para um escritor iniciante.


Para começar, nem são todos os concursos que realmente são vantajosos, principalmente os gêneros mais abastados da ficção (fantasia e terror). Depois, o processo de análise e divulgação dos resultados pode levar até um ano e enquanto isso você fica a ver navios.


Só para constar, participei de duas antologias, dois concursos literários (um deles foi do SESC) e esse ano resolvi dar uma chance a DarkSide, porque realmente é muito vantajoso. Porém, esse não foi meu único recurso para entrar no mercado.


É importante ter em mente que você quanto escritor é como se fosse uma pequena empresa. Para gerar leitores – possíveis compradores – é preciso colocar seu nome no mercado – divulgação em redes sociais – e quanto mais tempo demorar para isso, mais difícil será conseguir vender seus livros.


Quando ponderei que só participar desses concursos não dava o resultado que precisava e passei a optar por publicação independente, mesmo não tendo muito para investir, as coisas finalmente ganharam forma.


Tipos de Publicação de Livros, Contratos e Lucros


livro, escritor, publicação, dica de escrita
Decidir a Publicação do Livro Original é uma Luta Solitária e Árdua (Foto: Pexels)

Voltando ao ponto da empresa. Já falei algumas vezes aqui que Um Escritor de Sucesso é um Bom Empresário, digo isso porque é necessário pensar como empreendedor, pensar no seu livro como um produto, para decidir sobre a forma de venda.


Hoje, as coisas facilitaram com a Amazon Kindle e essa é a maior ferramenta para quem está começando e não tem muito para investir. Ainda não mergulhei nesse mundo, mas tenho uma obra em andamento para experimentar essa plataforma.


Outra forma excelente são as editoras não-tradicionais, onde você arca com parte dos custos de produção do seu livro e consegue um contrato de lucro melhor que o apresentado nas editoras tradicionais.


A terceira forma, a mais cara, é a publicação independente, que consiste em você fazer todo o trabalho que uma editora faria para o seu livro nascer. Para tal, é necessário contratar profissionais capacitados e ainda pagar a gráfica.


Porém, a publicação independente te dará um retorno de 100% dos lucros da venda. Ou seja, você vai investir alto, mas o lucro é inteiro seu.


Planejamento Financeiro te fará um Escritor de Sucesso


livro, escritor, publicação, dicas
Decidir a Publicação do Livro Original é uma Luta Solitária e Árdua (Foto: pexel)

Quando comecei a estudar valores que precisaria investir no meu livro para publicar, percebi que precisava fazer um planejamento financeiro.


Poxa, Gabi, isso é muito difícil, para quê fazer isso só para publicar um livro?


Vou te contar outra novidade, acho que essa vai ser a maior das facadas da realidade: sem planejamento nada vai dar certo. Beijos lindos de fogo para quem acredita que o sucesso vem como milagres.


Por que se planejar financeiramente? Porque existem custos e é necessário saber quanto você vai investir, para então pensar no preço de venda e quanto deseja ter de lucro. É essa conta, bem básica, que te fará um bom escritor.


Então, quando ponderei quanto tinha para gastar e quanto gostaria de ter de lucro, vi que a publicação tradicional não me atraia. Por isso parti para a não tradicional e acabei achando a ChiadoBooks e é através dela que meu primeiro livro, Mar dos Lamentos, circulará o mundo.


Antes me despedir, quero só dizer mais uma coisa, existem outros critérios para se colocar na balança, que é: liberdade de trabalho e autoridade no mercado. Editoras com nomes forte te darão prestígio, ao contrário de criar sozinho seu nome do zero.


Esse é outro ponto para ser levado em consideração, que, na minha opinião, é o mais importante. Pois, o dinheiro é apenas a consequência de um bom trabalho intelectual, estratégico e de posicionamento no mercado.


Beijos de Fogo



Gostaria de saber como comecei no mundo da escrita? Basta acessar esse link e acompanhar a jornada que trilhei até chegar nesse blog e ao meu primeiro livro publicado.


Aproveite para partilhar suas experiências aqui na Taberna mais Criativa dessa existência.


Se você é um escritor iniciante e não sabe por onde começar, vem conferir as Dicas de Escrita da Dragão Tennar.

Amante de uma boa barganha literária? Economize seu ouro na tenda Amazon e garanta seus exemplares novinhos. Magos, feiticeiros e bruxos podem renovar seu estoque de conhecimento sem esvaziar os bolsos.

Posts recentes

Ver tudo