• GM Rhaekyrion

5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador

Livros de terror, tenho certeza de que você já teve ter se deparado com a questão: terror ou horror? Causar medo ou repulsa? Existe uma linha bem tênue entre a forma como se aborda os sentimentos envolvendo o pavor e a angústia e é por isso que essas Dicas de Escrita são essenciais para você.


Escrever uma trama que tem como principal objetivo causar o medo pode acabar gerando certa limitação de enredo e causar um problemão para a sua história.


Tenho certeza de que você já se perguntou, e reparou, que a maioria dos filmes, livros, contos e afins desse Gênero Literário acabam mergulhando nos mesmos clichês. Sabe aquela família que se mudou para uma casa nova no meio do nada?


Isso mesmo, a tal casa abandonada e mal-assombrada tão comumente usada nos enredos de terror. Foi pensamento nela que criamos essas dicas. Quer aprender a escrever um Livro de Terror assustador e ainda fugir do clichê? É só continuar lendo.


Escreva Livros de Terror Assustadores e Longe da “casa mal-assombrada”


Limitação. Essa é a palavra que define esse gênero literário, pois a maioria dos escritores dessa esfera tendem a usar as mesmas lendas, os mesmos inimigos, as mesmas consequências. Dá para prever todas as cenas só de ler uma sinopse.


Pensando nisso e com base no livro Dança Macabra, do nosso maravilhoso mestre do Terror, Stephen King, vou te contar os segredos envolvendo o medo em 5 dicas exclusivas.


Você vai aceitar o desafio?


Dica 1: A Psicologia do Medo é a sua maior Aliada


livro, dicas, dicas de escrita, escritor
5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador (Foto: Filme O Babadook)

Psicologia do medo? Já ouviu falar? Aposto que já deve ter sido pego pelos gatilhos mentais que geram pavor, horror ou medo e nem percebeu. Mas, Gabi, vou precisar estudar psicologia? Se quiser ser um escritor de Terror diferenciado, vai sim.


E a principal razão está no fato de que o medo funciona de um jeito muito peculiar para os humanos. Resumidamente, envolve instinto e imaginação, desencadeando reações fisiológicas primitivas responsáveis por nossa “fuga”.


Sabe aquela aula de biologia do ensino médio sobre a “luta-ou-fuga” do sistema nervoso simpático e parassimpático? Espero que lembre, porque é justamente essas reações que são ativadas quando estamos com medo ou estressados.


E o que isso tem a ver com livros de terror? Tudo! Você precisará despertar o medo nas pessoas e para isso vai recrutar a imaginação, usando de muita imersão sensorial, descrição de lugares e emoções, principalmente os sons e os cheios.


A ideia é causar curiosidade, é fazer seu leitor completar as pequenas lacunas de uma sala cheia de escritos estranhos, de uma sombra que passa pelo corredor, de uma caixa enrolada em correntes grossas, de uma lenda urbana.


Para isso, a psicologia ajuda bastante, pois ensina como a imaginação afeta os seres humanos, mostrando justamente os gatilhos mentais que você precisa.


Dica 2: Trabalhe sua Premissa Exaustivamente


livro, escritor, dicas, dicas de escrita, terror
5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador (Foto: Capa do Filme It: A Coisa)

Tenho um desafio para você, escritor, escritora, liste os filmes ou livros de terror que já experimentou e coloque ao lado deles qual foi a mensagem que acharam ao terminar tais obras?


Não sabe que mensagem é essa? Vou facilitar: a tal moral da história. Ficou melhor?


Toda e qualquer boa história possui uma moral, ou melhor, uma premissa. Que nada mais é que uma mensagem, um objetivo, que esta entrelaçado às cenas do seu enredo.


O pior pecado dos conteúdos nesse gênero é focar apenas em causar medo e não em ter um sentido por trás daquela história. Acho que IT: A Coisa é um bom exemplo, ele é cheio de críticas, com uma mensagem da amizade por dentro do terror.


Uso Carrie, a Estranha, como segundo exemplo. Vemos o bullying, as críticas a padronização estética, o fanatismo religioso e a empatia feminina. Stephen King consegue esse tremendo sucesso em suas obras, porque alia o terror ao drama.


Despertar empatia por meio de personagens bem construídos, enredo com significado e uma boa premissa, vai tornar o seu terror diferenciado.


Dica 3: Use o Drama a seu Favor


livro, escritor, dicas, dicas de livro, terror
5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador (Foto: Filme O Ofarnato)

Já notaram que ressalto esse gênero em quase todos os outros estilos literários. Isso acontece porque o drama é um aliado fervoroso no quesito criação de histórias viciantes e personagens apaixonantes.


No terror não muda. Pelo contrário, a ausência de elementos dramáticos deixa as histórias genéricas, previsíveis e sem significado. Qual a diferença de Atividade Paranormal para Annabele? Tirando os efeitos especiais, ambas possuem o mesmo fundamento.


Quero ressaltar que não estou falando que esses títulos ruins, mas que tem temáticas parecidas e quase nada de enredo envolvente. É o susto pelo susto.

Então, pare de criar caso e entenda como funciona o drama, elabore histórias pessoais mais empáticas, use outros elementos para causar medo. Espíritos, diabo e maldições já está muito saturado.


Para exemplificar melhor o que digo, convido a assistir o filme A Bruxa, de Robert Eggers (deixo o trailer no final na matéria). É um título que dá um show no que estou dizendo.


Dica 4: Coerência nas Ações dos Personagens


livro, escritor, dicas, dicas de escrita, terror
5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador (Foto: Filme O Segredo da Cabana)

Quem já se irritou quando um personagem escuta um som estranho vindo do quarto e foi lá ver o que era? Nossa, dá uma frustração absurda.


Se o seu personagem é impulsivo, curioso e inconsequente, faz sentido verificar os sussurros diabólicos vindos do andar de cima, mas se nenhum deles é assim e se você mesmo não faria tal ação, por qual razão está arriscando seu personagem? Só para criar um assassinato?


Portanto, analise o que seria plausível, o que tem coerência. É muito irritante quando um personagem faz uma ação inexplicável e totalmente sem sentido.


Pense que seus personagens são reais, existem dentro daquela história, portanto, agem tal qual uma pessoa normal.


Dica 5: Construa um Final bem Elaborado


livro, escritor, dicas de escrita, dicas, terror
5 Dicas Imperdíveis para Escrever um Livro de Terror Assustador (Foto: Jogo e Filme Silent Hill)

Concorda comigo que a maioria dos livros de terror tem um final mal pensado?

Então, amanheceu o dia, a ameaça foi destruída e tudo ficará bem outra vez. Lindo e romântico não acham?


Onde estão as consequências de ter vivido um pesadelo? Ficam totalmente esquecidas quando o dia amanhece e o monstro foi morto.


O desfecho de um livro deve ser o momento onde você impacta seu leitor, onde mostra a tal premissa que falei com mais destaque, que ensina algo interessante ao público.


Finais com cenas de alívio sem sentido fazem sua história ser mais uma na multidão. Então, surpreenda. Elabore um desfecho criativo, use dos elementos dramáticos, crie uma razão de ser para a sua história, que contenha uma boa mensagem.


Obras que podem te ajudar com isso são: “O Menino que Desenhava Monstros”, “Jogo Perigoso”, “Apanhador de Sonhos” e “Marina". Esses são alguns livros que podem te ajudar nessa etapa.


Ficamos por aqui. Espero ter ajudado. Não esqueça de se inscrever, não perca os conteúdos semanais elaborados especialmente para você.


Segue abaixo o link do filme aqui citado.


Beijos Aterrorizantes de Fogo.



Quer ter mais Dicas de Escrita profissionais e totalmente gratuítas? Basta clicar nesse link e perder finalmente as travas que te impedem de fazer seu livro nascer.

Quer saber como comecei nesse mundo e como cheguei a publicação do meu primeiro livro? Acesse meu Diário do Escritor e partilhe comigo a sua experiência.

Amante de uma boa barganha literária? Economize seu ouro na tenda Amazon e garanta seus exemplares novinhos. Magos, feiticeiros e bruxos podem renovar seu estoque de conhecimento sem esvaziar os bolsos.

Posts recentes

Ver tudo

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Twitter
  • Pinterest

© 2020-2021, criado e editado por Clara Ciríaco.

livros, escritores, dicas de escrita e escrita criativa