• GM Rhaekyrion

5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia

A baixa fantasia é a ficção fantástica que une eventos fantasiosos dentro do mundo onde vivemos. Ou seja, não há necessidade de criar universos inteiros para a magia acontecer.


Particularmente acho a alta fantasia muito mais fácil, mas há quem pense o contrário. Afinal, construir mundos dá muito trabalho.


Quer dizer que a baixa fantasia dá menos trabalho? Errou! Pelo contrário! Justamente por se passar em nosso mundo, requer muito domínio geográfico e histórico.


Baixa Fantasia É Assunto Para os Amantes de História do Mundo


Por que os amantes de história conseguem se dar bem na baixa fantasia? Porque dominam os enredos formadores do nosso passado.


Já estão sentindo qual será primeira dica e aposto que vão fazer careta.


Dica 1: Livros de Baixa Fantasia Exigem Pesquisas Robustas


escrita criativa, dicas de escrita, livro, escritores
5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia (Foto: Boomo)

Quem pensou que poderia escolher o país que mais gosta e simplesmente escrever como quiser, se enganou bonito.


Construir uma história fictícia, inserida em uma cultura estabelecida, em um cenário real, exige pesquisa e muita.


Cansei de ler fanfics em cenários europeus, que mais pareciam São Paulo e histórias com cidades nacionais totalmente americanizadas.


O primeiro erro de quem está escrevendo uma baixa fantasia é não pesquisar a fundo a cultura, a formação geológica e o posicionamento geográficos das cidades do país desejado para plano de fundo do enredo.


Vamos cita do famoso Harry Potter, a história é toda em Londres e é tão fidedigna pelo simples fato da escritora ser inglesa e isso ajuda muito na ambientação.


Dica 2: Tenha Certeza Sobre o Tom da História


escrita criativa, escrita criativa, livros, escritores
5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia (Foto: Anime Sword Art Online - Site ovicio)

O que quero dizer com tom? Vai ter música? Pode até rolar um sonzinho ao longo do enredo, mas me refiro ao “clima” do cenário do seu livro.


Saber o tipo de sensação que você deseja passar ao seu leitor, se vai ser sombrio, vívido, tenso, dramático, esperançoso, revolucionário ou tecnológico, te dará um alicerce importante para a sua ambientação.


Ou seja, descubra que tipo de emoção deseja passar com o cenário da sua história. Sendo assim, você pode abordar épocas diferentes do desenvolvimento do mundo. Pode ser na Segunda Guerra Mundial, ou na Revolução Industrial.


Tendo a certeza sobre esse “clima” emocional, fica mais fácil restringir o período de pesquisa que você precisa estudar.


Um bom exemplo é Percy Jackson, ele usa o tempo atual para uma baita de uma aventura, cheia de deuses gregos.


Dica 3: Cuidado Para a Ficção Científica Não Dominar


escrita criativa, dicas de escrita, livros, escritores
5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia (Foto: Filme Percy Jackson)

Pode usar a ficção científica como subgênero ou até ser parte crucial da sua história, mas tome muito cuidado para ela não roubar a cena.


Se estiver em dúvida, confira as a matéria 5 dicas para escrever ficção científica e compare com os seus escritos.


É muito frustrante pegar um livro com uma proposta de gênero e ela ser outra. Porém, não precisa restringir seu enredo em um único gênero literário.


Saber dosar é o segredo e o exemplo que trago é Assassin’s Creed. Mergulhamos na época histórica exibida pelo autor, sem deixar de viver a ficção fantástica ali presente.


Dá pra sentir cada pesquisa feita, os fatos históricos rolando, tão firmemente encaixados, que fazem parte da sua trama. Levando o leitor a pensar: será que a razão daquele acontecimento não foi por causa de uma batalha entre clãs de magos?


Dica 4: Use a Vantagem do Seu Lar no Livro


dicas de escrita, escrita criativa, livros, escritores
5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia (Foto: manualdosgames)

Voltando a primeira dica, disse que é essencial pesquisar a respeito do cenário desejado, principalmente se você não o conhecer pessoalmente.


Então, qual o modo de usar seu conhecimento já formado a seu favor? Usando a sua casa como cenário para seu livro.


“Ah! Mas não quero usar o Brasil, a minha cidade é muito feia, não dá para ter uma fantasia aqui!”


Acabou o showzinho? Ótimo. Harry Potter ficou tão fidedigno devido a escritora morar em Londres. Do mesmo jeito para as histórias de Stephen King, para Percy Jackson e a grande maioria dos animes.


Usar a região que você mora te dará vantagem, pois há a presença da autoridade e propriedade sobre o assunto.


A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr é outro que você pode se espelhar.


Dica 5: Não Escreva Sobre o Que Não Sabe


escrita criativa, dicas de escrita, escritores, livros
5 Dicas Especiais Para Escrever Livros de Baixa Fantasia (Foto: Filme Assassin's Creed)

Complementando a dica 4: não escreva assuntos que não domina. É muito ruim ler um livro onde se sente a fragilidade de conhecimento do autor.


Engana-se quem acredita que varrer as falhas para debaixo do tapete vai passar despercebido aos olhos de quem adquirir seu exemplar.


Além disso, quando dominamos um assunto, conseguimos escrever com maior fluidez, com propriedade.


Se existem dúvidas a respeito de determinado ponto da história, pare, estude, esclareça o necessário, então torne a escrever seu livro.


Lógico que não precisa se resumir, expandir seu conhecimento te dará mais abrangência de enredo, mas se meter a fazer algo que não domina, sem se esforçar para aprender, te renderá uma história sem aderência.


Como sempre digo: ser escritor (a) dá muito trabalho.


Espero ter ajudado!


Beijos de Fogo.



Gostou das dicas? Quer receber mais técnicas de escrita sem enrolação e com qualidade de primeira? Então se inscreva no blog e fique por dentro das novidades.

Não esqueça de deixar seu comentário e compartilhar com todos os amigos. Vamos espalhar conhecimento para todos os escritores desse mundo.

Quer ter acesso aos livros aqui citados? Então clica aqui e venha degusta as ofertas.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo