• GM Rhaekyrion

5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis

Começo essa matéria relembrando um fato literário: romance são livros com histórias extensas, podendo ou não ser de cunho romântico. Entenderam, escritores? Espero que nunca mais confundam.


Agora, vamos ao que importa dentro dos enredos românticos: os sentimentos.


Os amantes desse Gênero Literário buscam se apaixonar, viver verdadeiras aventuras de amor, portanto o sentir é imensamente importante para construir enredos avassaladores.


Obviamente que todo bom livro que se prese aposta no envolvimento, mas os românticos precisam de um destaque maior.


Então, se você anda com dificuldade de colocar no papel essa enxurrada de emoção pode se tranquilizar, essas dicas vão operar o milagre na sua criatividade.


Livros Românticos Falam Sobre Histórias Reais


Antes de seguirmos para as dicas, venho ressaltar uma regra dos livros românticos: histórias reais.


Mas, Gabi, é obrigatório criar enredos baseados em fatos reais? Não necessariamente. Entretanto, é preciso existir um trabalho duas vezes maior em tornar seu enredo crível.


Leitores de romance romântico buscam se apaixonar, viver um encontro com o verdadeiro amor. É um desafio tornar a sua ficção crível a esse nível. Por isso elaborei essas dicas infalíveis.


Dica 1: Tenha Personagens Absurdamente Bem Construídos


5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis (Foto: Filme Lost and Delirious)

Para tornar a sua história crível, real, é preciso ter personagens absurdamente bem construídos.


O objetivo de uma personagem é despertar empatia. Como assim? É através da visão da sua personagem que as pessoas se sentirão representadas, compadecidas, tocadas e marcadas.


Cuidado, não estou falando sobre a pessoa da narração, mas de condução do enredo. A história acontece na vida dessas pessoas fictícias e para que elas se tornem reais é necessário trabalhar muito em sua construção.


Recentemente postei um vídeo no Instagram – acesse aqui – falando sobre ficha de personagem e é justamente ela a sua ferramenta infalível nesse quesito.


Lidar com comportamento humano requer dedicação, por essa razão sempre indico aos escritores os estudos de psicologia do comportamento.


Quando se entende como as pessoas agem, quais os tipos de gatilhos mentais responsáveis pelas reações, as camadas de formação do caráter, a influência do meio e da cultura, fica mais simples e fluido construir personalidades fictícias reais.


Então, não economize tempo na hora de criar suas personagens. Quando saberei que fiz um bom trabalho? A partir do momento em que essas pessoas guiam a história, mesmo contra sua vontade.


Dica 2: Imersão Sensorial é sua Melhor Arma


5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis (Foto: Filme Diário de Uma Paixão)

Todas as histórias precisam de uma boa imersão sensorial, principalmente em cenas de ação e suspense, mas as cenas românticas exigem mais dessa técnica de escrita criativa.


A imersão sensorial consiste na descrição de um momento ou cenário utilizando os sentidos humanos (audição, olfato, paladar, tato e visão).


Quando falamos de se apaixonar, levamos em consideração a liberação da oxitocina, hormônio responsável por essa condição dita cardíaca, mas na verdade é cerebral.


O que a oxitocina faz? Ela aguça seus sentidos para que o cheiro, a voz, o toque e as feições da pessoa amada se destaquem.


Ou seja, somos dominados pelo estado bobo que só consegue enxergar o quão o parceiro ou parceira é incrível.


Usando uma boa imersão sensorial, você mergulha inteiramente seu leitor na cena. O faz se apaixonar junto às suas personagens.


Dica 3: Premissa Forte e Clara


5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis (Foto: Filme Me Chame Pelo Seu Nome)

A tal da mensagem para levar para casa, a crítica do seu livro, a premissa, precisa estar clara.


Depois de montar seus protagonistas e acertar na imersão sensorial, é a hora de elaborar o propósito da sua história.


Independente de como você for apresentar o envolvendo do casal em questão, chega um momento em que a tensão para o relacionamento se desfaz, ficando ou não juntos.


É preciso haver algo mais, um gancho maior, que envolve suas personagens e amarra bem seu leitor a história.


Esse gancho nada mais é do que a premissa, a responsável pela reflexão do leitor, que estará acompanhando a vida daquelas pessoas. A premissa dá propósito.


Trago como exemplo Carol, Me Chame Pelo Seu Nome, Lost and Delirious, O Diário de Uma Paixão, Um Amor Para Recordar, o próprio Titanic. Existe uma crítica por trás da história de amor e é ela a responsável pela aderência de leitura.


Dica 4: Ambiente a História com Fluidez


5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis (Foto: Filme Titanic)

O bom dos livros de romance romântico é a flexibilidade de cenário. Seja você uma pessoa que gosta do cenário de época, futurístico, moderno, nacional ou internacional.


Existe uma espécie de magia na ambientação das histórias românticas, porque aumentam o envolvimento do leitor.


O cenário pode servir como desafio, imagina se seu casal é separado por uma Guerra Mundial, ou se são de reinos distintos e nunca podem sair das muralhes de suas respectivas casas.


Use esse ambiente ao seu favor, torne-o fluido ao ponto de ser possível viver ali dentro.


Entretanto, tome cuidado para que seu cenário não acabe roubando a cena, descrever em demasia deixa o leitor cansado e tira o foco para o que realmente importa.


Dica 5: Aposte na Tragédia Realista


5 Dicas Apaixonantes para Escrever Livros Românticos Incríveis (Foto: Filme Carol)

Uma boa história de amor precisa de uma tragédia bem realista. Os desafios de um relacionamento, independe de como for abordado, é o seu coringa.


Livros e filmes românticos trazem os conflitos pessoais como “vilões” da trama. São as desavenças do cotidiano, uma notícia inesperada, um problema profissional repentino, por aí vai, os causadores da angústia.


Pessoas são problemáticas, possuem costumes diferentes, desejos diferentes e a vida é complicada, nos prega peças, nos surpreende de jeitos improváveis, nos desafiando ao máximo.


Pense como seria monótono uma história apenas com um casal se conhecendo, se envolvendo e acabou. Não há conflito, desafio emocional, nada.


Deixar a história rasa afasta os leitores, ninguém vai se lembrar do genérico, do sem emoção.


Para resumir em um exemplo incrível, que se classifica como melhor filme de romance que já vi, indico Questão de Tempo. Está disponível na Netflix.


Esse longa fala de amor, mas acima de qualquer coisa ele fala sobre a importância de viver o aqui e agora.


Espero ter ajudado!


Beijos de Fogo.


Agora queremos saber: Quais são os seus livros e filmes de romance favoritos? Comenta aqui embaixo os títulos que darei uma nota - caso tenha assistido.


Não esquece de se inscrever, mais conteúdo inédito e exclusivo será postado ao longo dessa semana.


Compartilha com amigos, vamos ajudar mais escritores iniciantes a seguirem seus sonhos!

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Twitter
  • Pinterest

© 2020, criado e editado por Clara Ciríaco.

livros, escritores, dicas de escrita e escrita criativa